Search
quinta-feira 8 dezembro 2016
  • :
  • :

A crise e o marketing

A crise e o marketing

Sinto dizer a todos que 2015 – segundo os indicadores – não será um ano fácil pra ninguém, principalmente para a indústria, que além de conviver com uma clara recessão econômica, ainda enfrentará uma crise hídrica, motivada pela falta de água e energia.

Resta-nos usar toda a criatividade possível para tentarmos driblar esse momento de crise e isso passa pelas ações planejadas de marketing para este ano e os próximos.

Não disponho de nenhuma bola de cristal, mesmo porque cada caso é um caso e precisa ser analisado distintamente, assim como cada produto tem suas características. Não podemos afirmar por exemplo, que os fabricantes de ventiladores, ares condicionados, climatizadores estão vivendo um mau momento, uma vez que, o mercado ainda é regido pelo velho e indestrutível sistema de lei da oferta e da procura, que aliás supera qualquer crise.

Caso você, não seja um desses fabricantes ou produtor de extintores de incêndio, acho importante começar a pensar nas novas oportunidades ou mesmo desenvolve-las, para garantir a sobrevivência do status ou mesmo do negócio.

Também são nesses momentos, que há necessidade de uma auto-avaliação empresarial basicamente em dois aspectos: lucratividade e investimentos.Seria ingênuo de minha parte imaginar que os empresários continuarão obtendo os mesmos porcentuais de lucro, comparados com anos anteriores, o sacrifício será de todos, empresários e trabalhadores.

Quanto aos investimentos é preciso uma análise mais profunda sobre o negócio em si ou sobre diversificações das atividades empresariais, é fundamental, no entanto, que os objetivos sejam sempre a médio e longo prazos.

Isso implicará na observação de tendências e oportunidades oferecidas pelo mercado, além de contentar-se com uma política de vendas onde o volume tornar-se-a mais importante que as vendas unitárias e claro com uma redução de preço e ênfase nas atividades promocionais, isso tudo sacrificando as margens. Porém, a palavra chave nesse momento, será a criatividade, aqueles que tiverem mais que os outros, tenderá a passar pela turbulência com muito menos seqüelas.

5.00 avg. rating (97% score) - 2 votes


Luis Carlos Zarpelon

Ex gerente de marketing da Coca Cola, professor de marketing e consultor de marketing e comunicação.


Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*