Search
sexta-feira 9 dezembro 2016
  • :
  • :

Marketing! Ganhamos Todos ou Perdemos Todos

MARKETING: GANHAMOS TODOS OU PERDEMOS TODOS

Uma coisa vem me intrigando em todos esses anos de profissão. A análise pouco criteriosa do que é bom para os clientes feita pela maioria das agências de propaganda.

Por omissão, desconhecimento, incompetência ou mesmo ganância, quase sempre esta maioria não recomenda o que é melhor para o seu cliente e longe disso, ser um problema de verba, uma vez que esse é um mero detalhe, pois dificilmente o valor estipulado daria para fazer tudo o que se imagina, independente do porte do cliente.

Na verdade, tem haver com um princípio antigo, chamado custo/benefício. Dentro desse conceito, defendo a tese de que uma agência – nos moldes antigo – está fadada a desaparecer principalmente com as novas tecnologias e as mudanças constantes dos consumidores, seja na forma de pensar ou mesmo de decidir uma compra.

Compete às agências abdicarem do papel de agenciadores da mídia, para tornarem-se muito mais uma consultora e ou assessora de comunicação e marketing.

Somente esse aspecto, já requer um colaborador mais preparado e treinado para exercer esse novo papel, sem contar com a mudança de atitude das empresas para com o mercado.

Na prática o que eu defendo; é sair de algo “bonitinho que não resolve” para algo “bonito que resolva” e isso não deve custar menos ou mais e sim um entendimento maior das necessidades dos clientes e um melhor conhecimento do produto/serviço por eles produzidos ou comercializados, além das características do público-alvo envolvido.

Sei que ao assumir essa postura, posso descontentar muita gente, contudo tenho o dever ético e com a minha consciência de expressar o que sinto, respaldado em alguns anos de experiências atuando nessa área, tanto profissional como academicamente.

Todos os setores evoluem, seja pelo advento tecnológico ou de negócios e isso acontece porque o mundo muda constantemente. Contudo, teorias antigas ainda sobrevivem como o conceito do ganha/ganha que faz lembrar aquele jogador de futebol após uma derrota de 1×0, com uma falha clamorosa do goleiro: “aqui ganhamos todos ou perdemos todos” – parece convencional, mas é válido na relação agência e cliente, uma vez que aconselhar, indicar, ponderar a melhor forma, pode não custar mais e talvez apresentar um melhor retorno, para ambos.

5.00 avg. rating (98% score) - 4 votes


Luis Carlos Zarpelon

Ex gerente de marketing da Coca Cola, professor de marketing e consultor de marketing e comunicação.


Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


*